Para receber atualizações e novidades:

Blog

Entrevista com a personal organizer e blogueira: Elisa Langsch do Lar Possível

17 de Setembro de 2018 Kalinka Carvalho

A entrevistada de hoje é blogueira e youtuber. Resolveu se especializar e fez o curso de personal organizer. Hoje ela compartilha dicas em suas redes sociais com o intuito de ajudar a tornar sua casa em um Lar Possível, nome que recebe o seu blog. Vamos conhecer a história da blogueira, youtuber e personal organizer Elisa Langsh? Ela nasceu no Rio de Janeiro mas virou brasiliense. Desde o noivado, ela pesquisa maneiras práticas de manter um lar: falando de temas como organização, culinária, relacionamento e planos para futuros bebês.

 

 

 

Elisa Langsch, 32 anos, jornalista e criadora do canal Lar Possível, compartilha dicas de organização, casa, receitas e uma rotina mais simples. Mostra um pouco do meu dia a dia pelo stories do Instagram, sempre tem novidades por lá. 

 

 

 

 

 

1. Kalinka: Descreva com suas palavras o que é uma personal organizer?

Elisa: É o profissional que busca soluções inteligentes e práticas para simplificar a rotina das famílias. Acredito que a organização vai além da estética e foca no conforto e na funcionalidade. Com a casa e a rotina em ordem, é muito mais fácil ter tempo e disposição para se dedicar a outras áreas da vida.

 

 

2. Kalinka:  Você é personal organizer, porém não atua em campo, resolveu colocar seus conhecimentos e técnicas através do canal. Por quê? (Conte a trajetória da criação e desenvolvimento do blog).

Elisa: Na época do meu casamento, comecei a planejar nosso futuro apartamento, mas encontrei um dilema: como levar tudo o que eu tinha para um apartamento três vezes menor? Assim comecei a pesquisar sobre organização e minimalismo, e mudei totalmente meu estilo de vida. Resolvi compartilhar essas descobertas no Youtube e conheci várias pessoas que gostavam desse assunto. O canal cresceu e eu fui conhecendo melhor esse mundo da organização. Até que senti necessidade de me especializar e fiz o curso de personal organizer para aprender as técnicas.

 

 

3. Kalinka: Como organiza a rotina do canal? Você possui um calendário editorial? Como os conhecimentos de personal te ajudam na organização do canal?

Elisa: Uso um planner para organizar a postagem de vídeos do canal. Procuro postar vídeos novos sempre às terças e quintas, e para isso preciso gravar e editar com antecedência. Planejo os temas, monto os roteiros e gravo sozinha mesmo, geralmente aos finais de semana. Edito e envio os vídeos para o Youtube alguns dias antes, e vou agendando as postagens de acordo com o calendário do planner. A organização digital foi fundamental nesse processo: mexo com muitos arquivos de vídeo na edição, então preciso manter a organização no computador.

 

 

4. Kalinka: Qual é o seu vídeo predileto no canal? Por quê?

Elisa: Gosto muito de um vídeo que fiz logo após o curso de personal organizer aplicando as técnicas para transformar meu guarda-roupa: 

Eu achava que meu armário estava organizado, mas depois do que aprendi ele ficou muito melhor! Também gosto muito dos vídeos sobre como organizar espaços pequenos, porque esse foi um grande desafio para mim.

 

 

5. Kalinka:  Há quanto tempo você é personal organizer? Por que resolveu ser personal? O que mais gosta de organizar?

Elisa: Fiz o curso de personal organizer em 2017 para me aprofundar na parte técnica da organização. Já pesquisava muito sobre o assunto, mas sentia falta de conhecimento específico sobre organização, e encontrei isso no curso. Aprendi muito nas aulas e usei esse conhecimento para aprimorar os vídeos. Gosto muito de organizar roupas, estou sempre testando dobras e buscando maneiras de ganhar espaço no armário.

 

 

6. Kalinka: O que é necessário para se tornar um personal organizer? Cite 3 coisas boas e 3 ruins de ser personal.

Elisa: Os cursos são fundamentais, eles ampliam nossa visão sobre o trabalho. Gostei muito da experiência de fazer laboratórios nas casas de familiares e amigas. Mesmo sem trabalhar com atendimento de clientes, esse “estágio” me mostrou que as pessoas têm diferentes dificuldades na organização. E adoro participar de eventos com profissionais do setor para conhecer melhor a profissão. Três coisas boas: ajudar as pessoas a simplificar a rotina, repassar o conhecimento e desenvolver novas habilidades. Um ponto negativo: muitos ainda encaram a organização como futilidade e subestimam os resultados.

 

 

7. Dê alguma dica de organização ou conselho para nossos leitores e indique algum produto de organização que acha essencial ter:

Elisa: O sistema de colmeias nas gavetas facilita muito a organização de diferentes peças nas gavetas. Acredito ser ideal para quem tem dificuldade em convencer os familiares a dar continuidade ao sistema de organização adotado na casa, já que é fácil guardar cada item nas divisórias. Mas antes de comprar um arsenal de produtos organizadores, aconselho o leitor a planejar bem o sistema de organização e fazer um belo destralhe. Assim, ele só vai gastar dinheiro com itens realmente essenciais.

Fonte: Arquivo Pessoal da Elisa

 

 

Conheça o trabalho da Elisa nas redes sociais: 

www.larpossivel.com

Facebook

Instagram 

Youtube

Google +

Pinterest 

 

Assinatura